5 de outubro de 2007

Ole Lukøje

Sugere Hans Andreasen no seu livro Portugisiske Billeder (“Imagens Portuguesas”, København: Jespersen og Pios Forlag, 1950) que a personagem Ole Lukøje de Hans Christian Andersen (aquele João Pestana que ele tem, de barrete à saloio e chapéu de chuva na mão) teria sido inspirada por um qualquer camponês alentejano que tivesse chamado a atenção do escritor dinamarquês, aquando da sua viagem a Portugal. Não me lembro agora se H. C. Andersen passou ou não pelo Alentejo quando visitou a nossa terra e também não sei ao certo quando é que o famoso contista inventou a conhecida figura, mas o que sei com certeza é que a história de Ole Lukøje escrita por H. C. Andersen foi levada à cena em 1850, 16 anos antes da viagem do poeta a Portugal. Pelo que, Sr. Andreasen, barretes há muitos, mas o seu, não o enfio!

Sem comentários: