12 de abril de 2010

Desistência: De agrupar e engrupir

Pensei em fazer no Facebook um grupo chamado “Eu cá não papo grupos, pá!”, um manifesto de ana(r)corético individualismo [eu escrevi ana(r)corético?] na época das redes sociais digitais, ó ais. E convidava depois todos os amigos para o meu grupo, avisando-os à partida de que todos os pedidos de adesão seriam sistematicamente recusados, porque o tal grupo era só para mim!

Naturalmente, tive o cuidado de verificar se já havia algum grupo assim, de óbvia (banal até…) que a ideia era. E constatei então que todos os grupos que há baseados na mesma ideia têm vários membros, pelo que são, pois então, uma viva contradição… Naturalmente, desisti da ideia. Ou antes, não: transformei-a num post de blogue.

Sem comentários: